quarta-feira, 14 de maio de 2008

Na prática

Algumas questões comportamentais na vida cristã nos exigem muito mais do que estar fazendo uma oração, porque envolve não somente a ação de Deus, mas a nossa ação como parte. Certas vezes estamos pedindo ao Pai que nos ajude com a paciência, com o amor, com a longanimidade, com a perseverança e até mesmo com o perdão. Contudo, não que tais pedidos sejam errados, convém que sejam pedidos de maneira mais objetiva e de forma prática. Como por exemplo, ensinar a exercitar cada componente do fruto do Espírito Santo e identificando os momentos apropriados.

Algumas já orei pedindo a Deus paciência. Alguns até dizem que propositalmente os problemas vêm nesta situação. Mas, acredito que a maneira correta de pedir em oração não é por paciência, mas para que Deus nos oriente a exercitar a paciência nos momentos bem adequados. E quando se fala de perdão?

O perdão é algo sublime, comentado até em outro artigo já publicado aqui. O perdão, acredito, é algo a ser trabalhado no cotidiano, principalmente em questões nas quais nos sentimos profundamente prejudicados. Para nós, perdoar é um processo, não é algo que se faz da noite para o dia. Pois, envolve sentimento e comportamento. Como canta o poeta Sérgio Lopes, "perdoar é mais que estender a mão e dizer eu te perdoo meu irmão."

Quantas vezes nos sentimentos feridos por outros e até mesmo injustiçados? Coloco-me diante desta situação, de modo que já me neguei a querer perdoar alguém muito próximo,sangue do meu sangue. Humanamente falando, eu tinha todas as razões para considerar aquela pessoa "morta". Mas, o desejo de Deus para minha vida não era esta postura.

A prática do pedir perdão e, também, de perdoar é o reconhecimento do perdão dado por Deus através de Jesus Cristo a nós. A medida que tenho a prática do perdão, me exercito dia-a-dia para perdoar alguém (lembrando que é um processo contínuo), e estou inclinado ao reconhecimento do grande amor de Deus por mim, que me perdoou mesmo sendo eu não merecedor da Sua infinda graça.

Há alguma questão em seu coração que precisa ser tratada através do perdão? Pedindo ou dando? Trate imediatamente com Deus, porque Ele é fiel e justo para nos pedoar e nos purificar de toda a injustiça.

 

O perdoar é a manifestação

da presença de Deus em nós.

 

Um comentário:

Paulo Augusto disse...

Ótimo devocional Alex. Obrigado por abençoar seus leitores com essas palavras